A- A A+
 
  • 1.jpg
  • 014.JPG
  • IMG_09151.jpg

Na sessão serão submetidas para apreciaação e análise pelos membros do CI, duas (2) propostas de projecto.

investimento

Decorre a partir desta quinta-feira (24) até sexta-feira (25), na cidade do Chimoio a terceira reunião de Comité de Investimento (CI) para a região do Vale do Zambeze.

Na reunião de dois (2) dias, vão submetidos à apreciação e análise dos membros do Comité de Investimento (CI) do Vale do Zambeze duas(2) propostas de projectos, para serem financiados pelo Fundo Catalítico para Inovação e Demonstração, (FCID).

Trata-se do PROVALOR SOJA - produção, agregação de valor e processamento de soja no Vale do Zambeze, submetido ao FCID pela Escolha do Povo, em Angónia, na província de Tete e Produção e exportação de litchi para o mercado europeu – da Westfalia Moçambique, em Bárue – Manica.

Recorde-se que só no Vale do Zambeze, o FCID já aprovou seis (6) projectos, caso estes dois também sejam aprovados, a região passará a contar com oito (8) projectos beneficiários do Fundo Catalítico para Inovação e Demonstração.

Por: Amós Zacarias

Mais um (1) projecto acaba de rubricar esta terça-feira (24), na cidade de Maputo um acordo de financiamento com o Fundo Catalítico para Inovação e Demonstração (FCID).

projecto murrerelo

Trata-se do Projecto Murrerelo - Fortalecimento da capacidade produtiva e de negócio dos pequenos produtores- a ser desenvolvido pela Miruku Coop, nas província de Nampula e Zambézia.

O projecto vai beneficiar mais de dois (2) mil pequenos produtores, dos quais 800 em Monapo, na província de Nampula e 1200 em Alto Molócue na Zambézia.

O mesmo está orçado em cerca de 450.000 USD para a expansão de infra-estruturas de apoio para a mecanização agrária e transferência de tecnologias e infra-estruturas de pós-colheita e abertura e acesso a novos mercados.

Das novas tecnologias a serem usadas incluem sementes melhoradas, uso de fertilizantes balanceados, inoculantes e boas práticas agronómicas (produção e pós-colheita) que permitirão aumentar os volumes de produção dos pequenos produtores.

Os distritos de Monapo e Alto Molócue, nas províncias de Nampula e Zambézia, são potenciais produtoras de mandioca, milho, algodão, feijão nhemba, arroz, amendoim, soja e caju.

Por: Amós Zacarias

 

O Projecto Pólos Integrados de Crescimento, através do Fundo Catalítico para Inovação e Demonstração (FCID), acaba de rubricar um acordo de financiamento, com a Canelfood Alimentar LDA, para a construção de um matadouro equipado com novas tecnologias, para o processamento da carne caprina e bovina, de marca Tetito ao nível nacional.calfood

O acordo visa aumentar a produção e melhorar a qualidade de processamento da carne de cabrito, na província de Tete. O matadouro em referência será erguido no Bairro Mpádue, arredores da cidade de Tete.

Por outro lado, o projecto visa melhorar a cadeia de valor de cabrito, através da construção de centros de apoio ao produtor (criador), que vão beneficiar mais de 1000 pequenos criadores de cabritos, em alguns distritos da província de Tete.

Os beneficiários do projecto receberão capacitação sobre associativismo, gestão de negócios e tecnologias melhoradas para a criação de gado caprino.

O contrato ora assinado está orçado em 1.500,000 dólares americanos, dinheiro do Banco Mundial, a ser desembolsado pelo Fundo Catalítico para Inovação e Demonstração.

O objectivo do Fundo Catalítico é de melhorar a capacidade de acesso aos mercados, dos pequenos agricultores e MPMEs no Vale do Zambeze e no Corredor de Nacala, através de investimentos privados, e investimentos públicos complementares, orientados para o mercado.

Por: Amós Zacarias

 

obrasAs obras de melhoramento do sistema de abastecimento de água em Nacala, a cargo da empresa Henan Corporation (CHICO), encontram-se num ritmo de execução bastante avançada. Dados apurados no Documento de Avaliação do Projecto Pólos Integrados de Crescimento, para a região de Nacala, na componente de melhoramento do sistema de abastecimento de água, prevê a reabilitação de 110 Km de rede de distribuição de água.

 

 

 

 

 

Todavia, Informação constante do relatório de progresso do projecto Pólos, dão conta que até a data, foram instalados 120 km de tubos para a rede de distribuição de água emobras1 Nacala, perfazendo uma execução acima dos 100% e, tendo sido feitas 1501 transferências de ligações da rede antiga para a nova rede. Neste momento, decorrem trabalhos de Conclusão das obras de desactivação da rede antiga, esperando-se a entrega e a recepção provisória das obras para os próximos meses.

Copyright © Pólos 2020, Todos direitos reservados.